domingo, 19 de dezembro de 2010

A Aspiração de Samantabhadra para Nobres Ações










Saudações para o sempre-jovem Arya Manjushri!

1. Com claridade de corpo, fala, e mente,

Eu me curvo sem exceção a todos os leões entre os homens

Do passado, presente, e futuro,

Em todo o mundo e em todas as dez direções.

2. Pelo poder desta Aspiração para Nobres Ações,

Eu manifesto corpos tão numeroso quanto todos os átomos em todas as terras,

Atento em mente da presença de inúmeros Buddhas vitoriosos,

Eu me prosterno a todos eles.

3. Concebo o reino inteiro de verdade

Ser preenchido completamente de Iluminados.

Há tantos Buddhas quanto átomos apresentam em cada átomo,

Cada Buddha cercado por muitos Bodhisattvas.

4. Presto homenagem a esses felizes senhores,

Exaltando o oceano de suas perfeições inesgotáveis

Com um oceano de todas as melodias e sons,

E elogio infinito.

5. Ofereço a esses heróicos Buddhas

As melhores flores, as melhores guirlandas, a melhor música,

Os melhores ungüentos, pálios excelentes, as melhores lâmpadas,

E o melhor incenso.

6. Ofereço a esses heróicos Buddhas

As melhores roupas e melhores fragrâncias

E uma variedade de comidas empilhada tão alto quanto o Monte Meru,

Tudo perfeitamente organizarado.

7. Pelo poder de minha fé em ações nobres

Eu me prosterno e apresento

Oferecimentos vastos e inatingíveis

Para cada um dos vitoriosos Buddhas.

8. Confesso todo tipo de erro

Que eu fiz

Em pensamento, palavra, ou ação,

Sob a influência do desejo, raiva, ou ignorância.

9. Eu me alegro pelas ações meritórias

De todos os Buddhas das dez direções,

Bodhisattvas, Pratyeka Buddhas, Arhats,

Praticantes e de todos os seres sensíveis.

10. Eu peço para todos os Protetores Iluminados

Que atingiram o desapego da Buddhahood,

Que ilumine os mundos das dez direções

E gire a inigualável roda do Dharma.

11. Com mãos postas, peço eu

A esses que pretendem manifestar o nirvana final

Que permaneçam por tantas eras quanto átomos em todas as terras de Buddha,

Para alegrar e beneficiar todos os seres vivos.

12. Possa qualquer pouca virtude que eu tenha ganho

Pelas prosternações, oferendas, confissões,

Alegria, pedidos e aspirações,

Ser dedicada para atingir a perfeita Iluminação.

13. Que eu possa adorar os Buddhas do passado e esses agora do presente

Nos mundos das dez direções.

E aqueles que estão a vir que depressa cumpram suas aspirações,

E alcançar a Buddheidade atravessando as fases de iluminação.

14. Possam todos os mundos das dez direções

Ficar espaçosos, puros,

E cheios com vitoriosos Buddhas e Bodhisattvas,

Que produzam a real árvore da Iluminação.

15. Possa todos os seres nas dez direções

Sempre estar contentes e livres de doença.

Que as suas aspirações estejam em harmonia com o Dharma,

E pode eles cumprem suas esperanças.

16. Que eu possa executar todas as ações de Iluminação,

E me lembrar de minhas vidas em todos os estados de existência.

Em todas as minhas vidas, depois da morte, migração e renascimento,

Que eu sempre renuncie ao mundo.

17. Que possa seguir todos os vitorioso Buddhas,

E completamente aperfeiçoar todas as nobres ações.

Puro nas ações imaculadas de moralidade,

Que minha conduta sempre seja sem defeito e sem quedas.

18. Que eu possa ensinar o Dharma em todas as línguas,

Em qualquer sons compreensíveis pelos seres viventes,

No idioma dos deuses,

Dos nagas, yakshas, espíritos e seres humanos.

19. Possa eu executar as perfeições sempre diligente e pacientemente.

Possa eu nunca esquecer a mente de Iluminação,

E completamente remover

Qualquer negatividades que a possam obscurecer.

20. Livre de karma, corrupções e ações de demônios,

Como purificado do lodo,

Assim em todos os renascimento no mundo, possa eu estar desimpedido,

Como a lua e o sol no céu.

21. Ao redor de todas as terras em todas as direções,

Possam os sofrimentos dos mais baixos reinos ser completamente aliviados.

Estabelecendo todos os seres na felicidade,

Que eu possa trabalhar para o benefício de todos os seres vivos.

22. Possa eu realizar as ações de Iluminação completamente,

Trabalhando em harmonia com as ações de todos os seres,

Completamente demonstrando ações nobres,

E as executando por todas as eras futuras.

23. Possa eu sempre me associar com esses

Cujas ações são semelhantes a minas.

Que possamos agir semelhante em pensamento, palavra, e ação,

E que nossas aspirações sejam como uma.

24. Possa esses amigos que desejam me ajudar,

Completamente demonstrar ações nobres,

Que sempre me encontrem novamente,

E que eu nunca os desaponte.

25. Possa eu ver os vitorioso Buddhas sempre pessoalmente,

Esses guardiões cercados por Bodhisattvas,

E sem cansar em todas as eras futuras,

Possa eu sempre apresentar oferecimentos magníficos.

26. Possa eu sempre seguir o sagrado Dharma dos Buddhas

E iluminar as ações de Iluminação.

Possa eu estar completamente treinado em ações nobres

Nas eras futuras.

27. Através de renascimentos em todos os estados de existência,

Que eu possa acumular infinitos méritos e sabedoria.

Que eu possa me tornar um tesouro inesgotável de

Todas as virtudes de método, sabedoria, concentração e liberdade.

28. Possa eu sempre pertença a cada uma das diversas terras

Como se lá estivesse em cada átomo.

E em cada terra incontáveis Buddhas que se sentam no meio dos seus Bodhisattvas,

E executando as ações de Iluminação.

29. E deste modo possa eu executar em todos lugares,

Até mesmo em todo monte de pó,

As ações oceânicas de Buddhas do passado, presente e do futuro,

Em oceanos de puras terras e oceanos de eras.

30. Possa eu sempre atender a pura fala dos Buddhas vitoriosos,

Que possuem dentro de cada palavra a totalidade do perfeito Dharma,

Um oceano de palavras e idiomas

Precisamente servido às necessidades de todos os seres.

31. Eu possa eu possuir inteligência perfeita

Para atender à melodia infinita da fala,

Quando os Buddhas vitoriosos do passado, presente e do futuro

Girar as rodas do Dharma.

32. Que eu possa entrar em todo o passado, presente e nas eras futuras

Numa fração de segundo.

Que eu possa entrar em todas as eras futuras

Em um único momento.

33. Que eu possa ver todos os Leões entre os Homens

Do passado, presente e futuro em um único momento.

Possa eu sempre executar as suas atividades

Pelo poder de liberação de ilusão.

34. Que eu possa perceber em um único átomo o desígnio perfeito

Dos puros reinos do passado, presente e futuro.

Assim possa eu entrar nos reinos

Dos vitoriosos Buddhas de todas as direções.

35. Possa eu sempre estar na presença dos Iluminadores futuros dos mundos,

Quando eles alcançarem as fases de Buddheidade gradualmente,

E girar a roda do Dharma,

E manifestar a paz profunda de nirvana.

36. Que eu possa adquirir os poderes perfeitamente realizados de Iluminação

O poder de velocidade milagrosa,

O poder da porta para todo caminho espiritual,

O poder para manifestar todas as qualidades virtuosas.

37. O poder doe amor que tudo permeia,

O poder do mérito de toda virtude,

O poder da sabedoria que transcende todo o apego,

E os poderes de sabedoria, método e concentração.

38. Possa o poder da ação ser totalmente purificado,

O poder das corrupções ser subjugado totalmente,

O poder dos demônios ser totalmente destruído,

E o poder das nobres ações ser aperfeiçoado.

39. Possam este oceano de todas as terras ser completamente purificado,

O oceano de seres liberado completamente,

O oceano do Dharma completamente compreendido,

E o oceano da sabedoria completamente atingido.

40. Possa o oceano de ações ser completamente purificado,

O oceano de aspirações completamente realizado,

O oceano de Buddhas incessantemente adorados,

E incansavelmente as nobres ações executadas por oceanos de eras.

41. Os vitoriosos Buddhas do passado, presente e futuro

Atingiram a Buddheidade iluminada

Pela aspiração para realizar as nobres ações de Iluminação.

Que eu possa realizar todas essas ações sem exceção.

42. O filho primogênito de todos os vitoriosos Buddhas

É chamado Samantabhadra.

Eu dedico todos estes méritos

Que minhas ações podem estar as daquele sábio.

43. Do mesmo modo que aquele nobre dedicou

Seu completamente puro corpo, fala e mente,

Ações e reinos,

Igualmente, possa eu fazer igual a isso.

44. Executar toda virtude nobre,

E praticarei a aspiração de Manjushri.

Possa eu incansavelmente realizar todas as suas ações

Em todas as era futuras.

45. Que não haja nenhum limite para as minhas atividades.

Que não haja nenhum limite para as minhas boas qualidades.

Por perseverar em ações ilimitadas,

Que eu possa realizar todas as ações milagrosas.

46. O limite de seres vivos

É como o limite do espaço aberto.

Possa o limite de minhas aspirações ser assim igual

Para o limite das suas atividades e paixões.

47. Quem oferece ao vitoriosos Buddhas

Todos os reinos das dez direções adornados de jóias,

E todas as alegrias excelentes de deuses e homens

Por tantas eras quanto há átomos nesses reinos, ganhará grande mérito.

48. Mas quem ouve esta oração de maior dedicação,

Grandemente aspira aperfeiçoar a Iluminação,

E até mesmo uma vez gerada a fé,

Ganha mérito até mais alto e mais sagrado.

49. Quem profere esta Aspiração de Ações Nobres

Nunca suporta novamente os mais baixo renascimentos,

Abandona todos as más companhias,

E logo vê o Buddha de luz ilimitada.

50. Eles acharão o que é buscado

E viverão em felicidade,

Também acharão alegria nesta vida,

E logo se tornarão como o próprio Samantabhadra.

51. Embora possam ter, em ignorância,

Cometido os cinco pecados irredimíveis,

Eles serão logo completamente purificados

Por proferir esta Aspiração a Nobres Ações.

52. Eles alcançarão sabedoria perfeita, um semblante brilhante,

Forma etérea, marcas físicas auspiciosas e um nascimento nobre.

Os seres profanos e diabólicos não os aborrecerão,

E serão honrados nos três reinos.

53. Eles alcançarão depressa a árvore real da Iluminação,

Lá residindo para beneficiar a todos os seres.

Como Buddhas iluminados virarão a roda do Dharma,

Domesticando os anfitriões endiabrados.

54. Quem sabe, ensina ou recita

Esta Aspiração para Ações Nobres

Deve atingi a perfeita e última Buddheidade.

Que nenhum perca a esperança de completo Iluminação.

55. De qualquer modo Manjushri valoroso e Samantabhadra

Sabem como transferir o mérito,

Assim eu dedico todas as minhas próprias virtudes

Que eu possa treinar para ficar como eles.

56. Por esta dedicação, elogiada como suprema

Pelos Buddhas vitoriosos do passado, presente e futuro,

Eu dedico todas estas raízes de virtude

Para realizar ações nobres.

57. No momento de minha morte,

Todas as ofuscações serão removidas,

Eu verei o Buddha da luz ilimitada,

E irei para a pura terra da felicidades perfeita.

58. Naquela terra feliz,

Possa eu manifestar completamente todas essas aspirações,

E beneficiar a todos os seres

Ao longo de todo o universo.

59. Ali feliz, naquele puro reino santificado pelos Buddhas,

Eu possa estar renascido num corpo bonito e perfeito de um loto,

E o Buddha Amitabha, Ele mesmo

Profetize a minha própria Iluminação.

60. Possa eu realizar benefícios incontáveis depois disso

Para seres os muitos vivos em todas as dez direções

Pelo poder da sabedoria perfeita

Em suas milhares encarnações.

61. Por qualquer pequena virtude que eu juntei

Proferindo esta Aspiração a Ações Nobres,

Possa todas as aspirações virtuosas dos seres vivos

Ser realizadas em um único momento.

62. Pelo mérito ilimitado ganho dedicando assim

Por esta Aspiração para Ações Nobres,

Possam os seres incontáveis que se afogam na torrente de sofrer

Alcançar a fase de Amitabha.

63. Possa esta maior das orações de dedicação

Beneficiar os seres vivos incontáveis.

Que este ornamento de Samantabhadra

Liberte todos os seres do sofrimento dos mais baixos reinos.

O versos 1 a 12 são para recitar quando se visita santuários, faz-se prosternações, oferecimentos, confessando carma negativo, ou alegrando-se pelas ações virtuosas e meritórias dos Buddhas, Bodhisattvas e seres santos. Também é bom recitar sempre que você visitar estupas e templos ou conhecer os santos professores.

O verso 12 pode ser usado como cântico sumário.

O versos 13 a 63 são uma dedicação feita quando você executa ações boas.

O versos 55 a 56 são versos de dedicação que você pode usar ao término de qualquer oração.

Traduzido em inglês por Lama Venerável Kalsang Gyaltsen, Ane Kunga Chodron,

e John Golden, Sakya Phuntsok Ling em Washington D.C. no auspicioso

ocasião do Tibetan ano novo 1987. (Trad. Port. R. Samuel).

Um comentário:

  1. Não consigo ler nesta cor de fonte. Vou copiar e mudar a cor, mas me sinto agradecida por tê-lo disponibilizado.
    Solange

    ResponderExcluir